“Tudo começou quando uma aluna comentou no momento da roda de leitura que sua mamãe não havia passado repelente na sua perna e que ela estava toda picada de pernilongo e coçando muito… A partir daí surgiram muitos questionamentos e todos queriam saber um pouquinho mais sobre esse inseto que adora picar a gente…

Fizemos então uma cartinha e fomos entregar pessoalmente ao professor Durval, para que ele marcasse uma aula no laboratório e assim pudesse tirar todas as nossas dúvidas…

No dia 28 de fevereiro, uma sexta-feira, tivemos uma experiência e tanto indo ao laboratório com o professor Durval. Lá aprendemos muitas coisas sobre os pernilongos:

  • Que a pernilonga mãe bota ovos na água e do ovo nasce um bichinho que vive por um tempo na água até nascer a asinha e sair voando.
  • Que não podemos deixar água parada, pois as pernilongas adoram colocar seus ovinhos nessa água.
  • Que a boca do pernilongo parece uma agulha fininha e é pontuda e que fura a nossa pele. E como se fosse um canudinho, chupa o sangue das pessoas.
  • O pernilongo não morde, ele pica.
  • Ele não tem veneno, mas a saliva dele irrita a pele, deixando uma bolinha vermelha que coça.
  • Eles gostam de ficar em lugares escuros, bem protegidinhos.
  • O repelente serve apenas para espantar os pernilongos, pois tem um cheiro que eles não gostam. Ele não mata os pernilongos.
  • Aqueles aparelhinhos que colocamos na tomada podem sim matar os pernilongos. E é muito importante não colocarmos a mão, pois são venenos.
  • Apenas as pernilongas picam as pessoas e chupam o nosso sangue. Os pernilongos não picam as pessoas, eles chupam plantinhas, folhas ou frutas.

Além disso tudo, vimos uma figura de um pernilongo ampliado e também vimos alguns pernilongos dentro de um vidro. Quando voltamos para a sala, desenhamos o pernilongo.

Foi uma experiência inesquecível e a curiosidade aumentou…. já queríamos ver cobras, dinossauros, minhocas…

Muito obrigado professor Durval pelos momentos, pelas explicações e… até a próxima!”

Professora Tays Brito e alunos do Jardim I A

pernilongo