Em tempos de instabilidade econômica, colégio cobre mensalidades em caso de perda de emprego. Cobertura vai do Ensino Infantil ao Médio.

post seguro educaçãoA queda da renda e o desemprego têm levado inúmeras famílias a rever a educação dos filhos devido à dificuldade de manter em dia a mensalidade da escola, um investimento que a maioria dos pais faz um grande esforço para manter, uma vez que se trata do início da construção do futuro das crianças.

Atento ao cenário de instabilidade, e buscando fortalecer a parceria com a comunidade escolar, o Centro Educacional Pioneiro, em São Paulo, instituiu este ano um benefício que pode ser usado por todos os alunos, do Ensino Infantil ao Ensino Médio. Trata-se de um Seguro Educação, sem custo extra, administrado por uma seguradora de tradição parceira da escola.

“Estamos satisfeitos por ter adotado essa medida pois já pudemos ajudar seis famílias, só no primeiro semestre”, conta o diretor financeiro da instituição, Luis Yokoyama. Dos pedidos de uso do benefício recebidos pela escola, apenas um teve como motivo a morte do responsável pelo estudante. Os demais, referem-se à perda de emprego.

O Seguro Educação oferecido pelo Pioneiro inclui cobertura até o fim do ano letivo em caso de morte ou invalidez permanente do responsável. No caso de perda de renda ou desemprego involuntário, são cobertos três meses de mensalidade. Mesmo para os pais profissionais autônomos, os três meses são garantidos, em caso de interrupção de remuneração por acidente ou doença com afastamento por mais de 15 dias.

Também este ano, o Pioneiro implantou um novo calendário de matrículas, ajustado à reestruturação orçamentária das famílias: as reservas foram abertas mais cedo, de modo que o pagamento pudesse ser dividido em mais parcelas.

“Nosso compromisso é com a formação de nossos alunos, por isso nosso empenho em buscar alternativas para os imprevistos financeiros, que podem afetar qualquer um de nós. Esperamos ajudar os pais a viabilizar esse projeto fundamental que é a educação das crianças”, ressaltou a diretora Irma Akamine Hiray.