Os alunos do nono ano participaram de uma aula de ciências inusitada e saborosa: eles prepararam um suflê usando os conhecimentos obtidos nas aulas de ciências do último trimestre. A atividade, que também promovia o desenvolvimento de habilidades como administração do tempo, organização, divisão de tarefas, capacidade de seguir instruções e trabalho colaborativo em grupo, foi um sucesso. A seguir o relato da professora de Ciências Rafaela Santos, que acompanhou a atividade:

sufle

Em apenas 50 minutos (tempo da aula de laboratório) o suflê foi levado ao forno. Os resultados foram recheados de conhecimento sobre fenômenos físicos e químicos, propriedades da matéria, propagação de calor, mudança de fase entre outros. Na sequência, os alunos leram dois textos sobre a “Ciência do Suflê”, baseados nos trabalhos do cientista da área da química molecular Hervè This, e foram levados a refletir sobre os conceitos envolvidos em cada passo de preparação da receita. A verdade é que o primeiro grande laboratório de química que a gente entra na vida é a cozinha. E em tempos de reality shows de culinária, por que não usar a familiaridade com receitas para fixar conhecimentos relevantes de química e física? É uma forma de tornar o aprendizado prático e produtivo, além de muito prazeroso, como disse a aluna Letícia Anry Okuyama, do 9ª ano A. Ah, e não poderíamos deixar de agradecer à nutricionista da escola Cristiane Sumida, que providenciou todos os ingredientes e nos ajudou no uso do forno.

sufle2