Durante as aulas de Língua Portuguesa nas turmas de 7º ano, percebemos que dentre tantas representações, a coragem de Sahrazad ilustrou a vitória do amor ante a ira.

Vimos o poder dos contos maravilhosos encantar a um rei fragilizado e a nós, leitores ávidos por fantasias, explicações e conselhos tão comuns a obras artísticas de níveis elevados como o prodigioso Livro das Mil e Uma Noites.

Em sala de aula, as realidades retratadas por este clássico da literatura foram construídas pelos textos da primeira tradução direta do árabe para o português, desenvolvida por Mamede Mustafa Jarouche – professor livre-docente da Universidade de São Paulo.

Num ato de pura cordialidade, o professor Mamede nos recebeu para oferecer a oportunidade de vivenciarmos a experiência de debater leitura, literatura e traduções. Assim como o navegante Sindabad, saímos em busca de uma aventura nos mares do conhecimento. Atracamos no prédio de Letras da USP e voltamos mais sábios e ricos humanamente.

Mil_uma_noites (1)

Mil_uma_noites (2)

Nas palavras do professor: “Quem produz um livro espera que alguém o leia”. Nós, quando lemos um livro queremos conhecer quem o produziu para sabermos mais.

Mil_uma_noites (3)

Pois é assim que nos vemos como escola, buscando novos conhecimentos e saberes.

Professor Francisley da Silva Dias – Língua Portuguesa e Redação