Ser voluntário é doar seu tempo, trabalho e talento para uma causa, sem pensar no benefício próprio e sim no interesse social. É dedicar-se, sem remuneração, a beneficiar pessoas e ser solidário. É ser um agente de transformação, atuando junto à comunidade.

Engajamento, participação e consciência de seu papel na sociedade são alguns requisitos fundamentais para se tornar um bom voluntário. São conceitos que devem ser incentivados desde a infância e intensificados na adolescência.

É por isso que promovemos na escola ações para estimular nossos jovens a seguir o belo caminho do voluntariado. E em 2015 o nosso projeto já está a todo vapor!

No início de maio recebemos a visita da Trupe dos Estardalhaços, que realizou uma palestra sobre voluntariado para alunos do Ensino Médio. É organizada por jovens que trabalham na divulgação de projetos sérios e possíveis, um grupo de palhaços formado por quatro amigos: Raphael, Danilo, Hugo e Felipe.

Participou também do encontro Thaís Jorge, a ex-aluna do Pioneiro e hoje jornalista e Coordenadora de Comunicação e de Captação de Recursos na Kibô-no-Iê, entidade assistencial à pessoas com deficiência intelectual.

Dias depois, cerca de 20 alunos do Ensino Médio e alguns professores e funcionários do Pioneiro visitaram a Kibô-no-Iê. Foi um dia incrível, no qual puderam conhecer a entidade e trocar experiências com os residentes, conseguindo assim subsídios para pensar em atividades que possam contribuir para benefícios para estas pessoas tão especiais.

O primeiro passo foi dado: os alunos já se mobilizam na captação de recursos para viabilizar uma barraca social na festa junina de 2015 em prol da entidade.

Marisa Costa e Silva e Silvia Tuma – Assistentes de Direção

Colabore também com o projeto KIPIPOCA!

Os alunos do Fundamental I poderão doar milho para pipoca, óleo e sal. Os alunos do Ensino Médio passarão pelas salas para recolher as doações. Esses itens valerão pontos no placar do concurso das prendas na Festa Junina.