DSC_2250

Doação de tempo e de amor fazem com que um evento tão tradicional quanto a festa junina do PIO se supere a cada ano – e jamais perca o encanto

Nossa tradicional festa junina, realizada no dia 9 de junho, foi sucesso de público e de crítica. Em meio à agitação das danças juninas, o Pioneiro recebeu 3.357 pessoas e divertiu seus convidados com danças animadas, barracas de argola, pescaria e até de gueitebol, uma brincadeira que arrecadou fundos a projetos sociais.

A turma consumiu quase uma tonelada de bebidas (840 litros) e mais de 300 quilos de yakissoba. Isso sem contar as centenas de saquinhos de pipoca, de docinhos artesanais e de tantos outros sabores à disposição do público. Destaque especial para os guiozas, um tipo de pastel japonês que a gente conhece muito bem por aqui. Alguém conseguiu passar sem eles?

Destaque maior ainda para a dedicação de pais, alunos e professores, sem os quais tudo não teria dado tão certo! Para se ter uma ideia, as crianças reuniram antecipadamente cerca de 5.500 prendas para alegrar a festa. Em sinal de reconhecimento, as turmas que mais contribuíram (Inf. III B, 5º A e 6º C) serão premiadas pelo PIO.

Teve gente que já saiu da festa com o prêmio nas mãos. Mas para isso foi preciso tentar a sorte… A sra. Yara Moura ganhou uma bicicleta no bingo; a sra Dayana Boldrini, uma TV, e a sra. Andréa Pinna, um iPad.

É verdade que todos os momentos nos encheram de orgulho, mas aplaudir nossos 123 medalhistas do Canguru de Matemática foi mais que especial. Sem contar nas barraca das startups juniores lideradapela turma do 5º ano, que apresentaram suas produções de 500 frascos de chorume, esgotados logo no início da tarde.

“Em cada detalhe da decoração, em cada sorriso e gesto de gratidão foi possível perceber o empenho de pais e familiares, o apoio dos nossos funcionários e o engajamento dos estudantes”, disse Irma Akamine Hiray, diretora do Pioneiro. Por detrás da confraternização, a certeza de que tivemos uma batalha ombro a ombro pelo sucesso de um trabalho que divertiu educando.

Afinal, montar barracas, desenhar cartazes, preparar quitutes, vender cartelas para sorteio, entre tantas outras tarefas, são práticas que estimulam o trabalho em equipe, o senso organizativo e o relacionamento com o público.

Foram tantos os momentos inesquecíveis… Mais do que traduzir em palavras, o melhor é conferir algumas imagens da nossa festa junina.