Ensino Médio realiza estudo do meio no centro e na zona leste de São Paulo

Ensino Médio realiza estudo do meio no centro e na zona leste de São Paulo

Nos dias 18 e 22 de agosto os alunos do 1º ano do Ensino Médio do Centro Educacional Pioneiro fizeram saídas de Estudo do Meio pela cidade de São Paulo. Os locais visitados foram o Centro e a Zona Leste, regiões em geral pouco frequentadas pelos estudantes, pelas mais variadas razões. As saídas foram acompanhadas por professores, e feitas utilizando o transporte público.

O princípio do Estudo do Meio é oferecer um ensino racional, interdisciplinar fundamentado em observações de campo, em discussões e na formação do espírito crítico sobre o meio circundante, ou seja, o contexto social, econômico e político do entorno, ao qual pertencem os alunos, da cidade de São Paulo. O currículo estabelecido por esse método tem como alvo a cidadania consciente, a reflexão, o pensamento e uma participação democrática e diversificada na cidade, percebendo-a como um todo, respeitando suas dimensões, diferenças e dinâmicas distintas.

Nesses trabalhos de campo, os jovens vivenciam relações sociais distintas das estabelecidas em sala de aula, observam contextos econômicos, sociais e políticos diferentes e, dessa forma, constroem conhecimento e levantam questionamentos, individual e coletivamente, apoiados também em estudos posteriores à saída, organizando seus registros escritos, fotográficos e seus desenhos da paisagem dos sítios visitados; estabelecendo, assim, laços importantes com processos de pesquisa e ação.

No decorrer das atividades, são trabalhados eixos cognitivos do ENEM, tais como, compreender fenômenos, dominar linguagens, enfrentar situações-problema, construir argumentação.

Veja alguns depoimentos dos grupos de alunos:

“São Paulo é uma cidade desorganizadamente organizada.”
(Vitor Kotsubo, Mila, Gabriel e Matheus)

“Não conhecemos nossa São Paulo, nas visitas que fizemos parecia outra cidade.”
(Lucas, Mariana, Tiffany e Victor Sant´ana)

 “Finalmente nos sentimos como cidadãos, e não apenas moradores.”
(Natália, Iris, Marcela e Vinicius)

 “O estudo do meio foi muito proveitoso, pois não estamos acostumados a entrar em contato com as regiões mais afastadas de nosso cotidiano, nos proporcionando uma experiência nova.”
(Alexandre, Gustavo, Hannah e Lívia)