No Pioneiro, os avanços estabelecidos na recente reforma do Ensino Médio já são praticados há 17 anos, desde a criação do curso.

A reforma do Ensino Médio, com previsão de ser implantada a partir do próximo ano, gerou polêmica e críticas principalmente pela forma como foi encaminhada, via medida provisória do governo federal, sem um debate com a sociedade. De qualquer forma, o texto aprovado traz alguns avanços para a educação brasileira.

Entre os pontos que vão impactar a qualidade da aprendizagem está o aumento da carga horária de estudos. A “nova” grade, porém, não é “nova” para o Centro Educacional Pioneiro, instituição que já tinha essa visão do processo educacional e pratica uma carga horária ampliada desde o ano 2000, quando foi criado o Ensino Médio.

Alvaro Vieira NetoNesta entrevista, Álvaro Vieira Neto, coordenador do Ensino Fundamental II e do Ensino Médio, explica quais os diferenciais da escola em relação a esse tema – um dos fatores que certamente contribuem para o bom desempenho dos estudantes do Pioneiro nos vestibulares de todas as áreas.

Como foi concebido o Ensino Médio no Pioneiro?
Álvaro – O Pioneiro tem mais de 80 anos de atividade relacionada à Educação. Durante muito tempo, a escola consolidou sua atuação na educação Fundamental, tornando-se uma referência nesse nível de ensino. No ano 2.000, a direção considerou que era o momento de instituir o Ensino Médio. E, desde a implantação, o curso foi pensado para ter um diferencial, para trazer algo inovador. O horário estendido foi um dos indicadores de qualidade que fizeram parte da concepção do curso. O Ensino Médio já nasceu com uma carga horária estendida, pois a escola considerava que esse era um modelo importante para a formação do jovem.

A carga horária estendida não é pratica em muitas escolas privadas? Qual o diferencial do Pioneiro?
Álvaro – Aqui no Pioneiro, temos 6 aulas no período da manhã, das 7h às 12h40. O período estendido acontece às terças-feiras e às quintas-feiras. Nesses dias, o aluno sai para o almoço após a aula e retorna às 13h50, para ter aulas de outras disciplinas, até as 17h50. Esse retorno não é opcional, é obrigatório, faz parte da grade curricular.

Ou seja, não se trata de um reforço, nem de plantão de dúvidas?
Álvaro – Correto. O segundo turno é parte da grade, não são aulas eletivas, não é cobrado à parte. São as mesmas disciplinas, alternadas, manhã e tarde. Com aulas normais, com provas, contando presença. Tudo igual. Só que, no total, a carga horária de cada disciplina é maior. Em cada um dos anos, 1º, 2º e 3º, eles têm uma hora a mais do que a média.

Em termos de horas/aula, qual é o ganho?
Álvaro – Veja, a proposta da reforma do ensino Médio estabelece um aumento das 800 horas praticadas atualmente para 1.400 horas. Aqui no Pioneiro, nós já estamos além das 1.400 horas. No 1º e no 2º ano, são 1.480 horas. No 3º, são 1.520 horas.

E quanto às disciplinas? Há algum diferencial?
Álvaro – Sim. Por exemplo, a nova Base Nacional Curricular sugere que a escola tenha uma das disciplinas, sociologia ou filosofia, mas não obriga a ter em todos os anos. Tem escola que trabalha no primeiro, tem escola que trabalha no segundo. Nós consideramos que essas matérias são extremamente importantes para a formação do jovem. Por isso, trabalhamos tanto a sociologia quanto a filosofia no 1º, no 2º e no 3º ano. A mesma coisa acontece com artes. Aqui, no 1º ano, são duas aulas de artes. E uma aula nos demais anos. História e Geografia são três aulas de cada.

Além de todas essas aulas, há plantões para tirar dúvidas?
Álvaro – Sim, o plantão de dúvidas é outra coisa, diferente das aulas. Os plantões são de 2ª, 4ª e 6ª, das 14h às 16h. Nos horários de plantões, retomamos conteúdos trabalhados em aulas, tiramos as dúvidas dos alunos e refazemos alguns exercícios de vestibulares.

Usamos esses momentos também para a Tutoria. Cada professor, é responsável pelo acompanhamento de 4 ou 5 alunos. Sendo assim, uma vez por mês, há um atendimento individualizado, onde o Tutor auxilia na resolução de algum problema, estabelecem planilhas de estudos, além de orientações gerais.