Entenda por que o ambiente pedagógico é ideal para o desenvolvimento educacional da criança

Muito se fala sobre a importância do brincar na Educação Infantil, para o bem e para o mal. Ainda há quem acredite que durante esta importante etapa da vida, as crianças brincam sem propósito e a escola é um espaço de recreação.

Há dois erros graves nesta afirmação. O primeiro é que a brincadeira é uma atividade pouco relevante. Brincar é o meio infantil de experimentar o mundo, compreender as regras, desenvolver a criatividade e expressar os sentimentos.

brincar

Especialista na arte de brincar, a escola e os professores têm à disposição jogos, livros e diversos objetos que além de ensinar a contar, classificar, ordenar e solucionar problemas, também exercitam a noção de coletividade e o respeito pelo outro.

Por meio da brincadeira o professor conhece seus alunos, estimula seus progressos e avança na educação. A brincadeira ainda trabalha a linguagem, o pensamento crítico, a memória, a autoestima, a autonomia e o raciocínio.

No Pioneiro, as cantigas de roda ensinam mais do que ritmos. Os alunos são convidados a interpretar personagens enquanto recitam seus versos. Os mais novos se realizam na dança da cadeira. Mas a proposta não é apenas sentar quando a música para. É preciso encontrar a cadeira com o seu nome gravado.

Brincar com qualidade, proposta e intervenção é a proposta do Pioneiro. A aprendizagem lúdica por meio do faz-de-conta, com materiais adequados estimulam a criatividade e a interação social. Aqui, brincando a gente educa.

Confira as fotos.

Profª Débora Freitas – Infantil II A