Professora interpreta o conto africano “As Mãos dos Pretos” durante a Semana da Consciência Negra

Contos AfricanosNa Semana da Consciência Negra, entre os dias 16 e 18 de novembro deste ano, as turmas de 6º e 7º anos se reuniram na biblioteca para participar de uma contação de história apresentada pelos professores Débora Amorim (como narradora) e Francisley da Silva Dias (como sonoplasta).

Esse tipo de atividade instiga a imaginação, a criatividade e a oralidade, incentivando o gosto pela leitura e contribuindo para a formação da personalidade dos jovens, envolvendo aspectos sociais e afetivos.  As histórias representam indicadores efetivos para situações desafiadoras, assim como fortalecem vínculos de diferentes naturezas.

E nada melhor que, nessa semana temática, os alunos fossem envolvidos pelo conto As Mãos dos Pretos, do autor moçambicano Luís Bernardo Honwana. A obra faz parte da coletânea Contos Africanos dos Países de Língua Portuguesa, utilizada como material paradidático nas aulas de Língua Portuguesa do 7º ano. O texto narra a história de um menino que busca saber o porquê de as mãos dos pretos serem mais claras que o resto do corpo.

O conto é extremamente delicado e sensível, com uma linguagem tipicamente moçambicana e acessível, como se pode conferir no vídeo abaixo: