Gustavo Rosa é pintor, desenhista e artista plástico. Dono de uma obra alegre e bem humorada, o artista é considerado um dos mais criativos de sua geração.

Nos meses de agosto e setembro, ele foi escolhido como tema das sequências de atividades de Artes das classes de 1º ano. Os alunos do 1º B iniciaram o trabalho com uma pesquisa no laboratório de Informática, na qual puderam conhecer um pouco sobre sua história e sua produção.

Na sala de aula, as crianças tiveram contato com algumas das obras e mostraram suas preferências, comentando características como a variedade de cores, as formas geométricas e os personagens caricatos, que tornam as pinturas expressivas, marcantes e divertidas.

Os alunos realizaram então uma atividade de “releitura”. Em uma primeira etapa, eles escolheram uma obra da série “Banhistas”. Depois pintaram o mar e a areia, dando fundo ao trabalho. Finalmente representaram o banhista deitado na areia usando massa de modelar. Esta atividade proporcionou a livre expressão do pensamento e das emoções, desenvolvendo a criatividade e a imaginação de cada um.

A professora Cássia Santos contou aos alunos fatos interessantes sobre o pintor, tais como:

  • Quando Gustavo Rosa tinha entre três e quatro anos, pegou um carvão na lareira e começou a rabiscar as paredes brancas de sua casa. Foi o primeiro contato dele com a arte.
  • Gustavo Rosa era um péssimo aluno e fazia caricaturas dos colegas e dos professores. Enchia os cadernos com as mais variadas imagens.
  • “O objetivo da Arte na educação não é formar artistas, mas sim indivíduos conscientes e aptos a exercer a cidadania, desenvolvendo suas capacidades de reflexão e crítica”, ressalta a professora.