Alunos, hoje vamos fazer o jogo do pique-bandeira!
Oba!!!!!

educação fisicaEsse é o exemplo de um diálogo nas aulas de Educação Física  e a reação dos alunos é sempre de alegria, euforia e satisfação. Poderia ser outro jogo pré-desportivo, como a queimada e suas variações, um jogo adaptado das  modalidades esportivas, um jogo  cooperativo.

Para as crianças, jogar é se divertir!

Para nós, professores de Educação Física, é muito mais… o jogo é uma ferramenta importantíssima para  estimularmos e desenvolvermos o aluno na sua totalidade, no plano motor, cognitivo e socioafetivo.

Através do jogo, temos como objetivos:

  • desenvolver capacidades físicas: agilidade, velocidade, força, equilíbrio, coordenação motora, orientação espaço-temporal.
  • desenvolver destrezas motoras de locomoção: correr, saltar, saltitar, esquivar e suas combinações.
  • desenvolver destrezas motoras manipulativas: lançar, receber, rebater, conduzir, driblar, chutar e suas possíveis combinações.
  • desenvolver o trabalho em equipe.
  • desenvolver a capacidade de reflexão e tomada de decisões estratégias. Aprender a fazer a leitura do jogo, para então tomar as decisões individuais e em grupo.
  • desenvolver o respeito às regras, colegas de equipe e adversários.
  • desenvolver a concentração e foco, independente do momento que esteja passando no jogo.
  • estimular que a criança aprenda a lidar com resultados bons e ruins, frente a si mesmo, frente a seus colegas de equipe e adversários.

 Professora Silvia Emi Yamazaki – Educação Física