Na primeira semana de novembro os alunos do 2º ano A realizaram uma atividade dinâmica e divertida, com a leitura e a interpretação da poesia “O que é que eu vou ser?”, de Pedro Bandeira. Ao mesmo tempo em que exigia concentração, a tarefa possibilitou a interação do grupo, estimulando um ambiente mais colaborativo.

arteandreaO despertar dos alunos para as atividades artísticas proporcionou o desenvolvimento de áreas específicas de aprendizagem, estimulando a expressão das próprias emoções. Este processo foi gradativo ao longo do ano letivo.

A leitura de textos de diferentes gêneros, como a poesia, contribuiu para que o grupo vivenciasse experiências relacionadas à sensibilização de suas interpretações. Os alunos conseguiram entender o que cada autor transmitiu nas obras, por meio das discussões em grupo e das dinâmicas com as leituras compartilhadas. Estes trabalhos os motivaram a valorizar suas próprias produções, além de despertar o olhar crítico e pessoal.

Qualquer forma de expressão artística deve ser interpretada de maneira única, por se tratar de uma comunicação que favorece a imaginação do aluno. A valorização destas produções deve começar desde muito cedo, a fim de que a criança sempre consiga fazer o uso deste instrumento tão valioso!

Professora Andréa Aparecida Miranda Andolpho Silva – 2º ano A