Mariana Moraes Nakamura – 8ºB – 2014

O barulho da caixa de som atormentava seus ouvidos. As pessoas dançando loucamente assustavam-na. Valentina com certeza não era o tipo de garota de balada. Só tinha ido mesmo devido a um convite irrecusável de uma amiga. Enquanto as meninas da sua idade – catorze – dançavam com minissaias coladas ou chamativas, Valentina estava sentada comportadamente usando um vestido preto e básico que batia em cima de seus joelhos. Exatamente, vestido no joelho. Ela percebia olhares incontrolados de todos os meninos. Porém, nadava o olhar para outra direção, que não a dos garotos. Achava que não seria motivo para tamanha atenção. Mas era sim. Seus lindos olhos verdes, que um dia já foram meigos, hoje, com um pouco de rímel, esbanjavam sensualidade. Sua pele branca contrastava perfeitamente com seu cabelo ruivo. Então, esse pensamento foi interrompido por uma amiga que a chama para dançar. Valentina aceita, porém seus quadris permaneceram estáticos. Ela não queria dançar até a luz acender. Esperava desesperadamente chegar em sua casa. Queria passar a noite em claro, mas não dançando obviamente. Ela queria ler e ler. Só isso.

- – -

Descrição da atividade:

Nessa atividade (sobre caracterização de personagem) os alunos deveriam retratar uma garota que fosse:
● uma adolescente de 14 anos,
● bonita, porém insegura,
● de personalidade reservada, discreta,
● apaixonada por livros

Essas características deveriam aparecer sem que fosse necessário explicitá-las, ou seja, o ideal era mostrá-las por meio das ações da personagem, ou descrições visuais. O leitor deveria ser capaz de imaginar essa garota. Para a feitura desse exercício, era preciso criar alguma situação qualquer que se julgasse pertinente para caracterizar a personagem.