João Vitor Ianae Hira – 9C – 2015

Tenho medo de tudo

Medo de perder a vida

Medo do dia

Medo da torrada medonha.

 

Tenho medo do medo

Medo do dentista

Até medo de monstro

Medo de que tudo dê errado.

 

Toda noite tenho que enfrentar essa tortura,

pois tudo é dor e tormento,

escuridão e trevas no meu mundo

Não me atrevo a suicidar-me

tenho medo da morte.

 

Quando me deito, não durmo

tenho medo de pesadelo

e de não acordar.

___

Descrição da atividade

No curso de Oficina Literária, os alunos trabalharam poesia e recursos sonoros. A fim de se criar uma consciência maior sobre o uso das palavras, uma das propostas consistia na composição de um poema com aliteração (em P/B ou em T/D).