Professores Álvaro Vieira Neto e Dalva Seiko Suyama Conde

É comum ouvir dizer que a matemática é importante para desenvolver o raciocínio lógico e outras habilidades cognitivas. Como especialistas nesta disciplina, sabemos que os benefícios vão muito além de dominar técnicas, memorizar equações ou reproduzir teorias. Consideramos a matemática um dos elementos fundamentais para o exercício da cidadania e para a transformação do mundo.

Porém, para essa disciplina – que carrega um estigma tão negativo – é preciso conquistar o estudante. Esse tem sido o foco do nosso trabalho. Sabemos que uma lousa cheia de equações e contas não tem o mesmo poder de reter a atenção, nem gera a mesma motivação para o estudo como os aplicativos, os jogos online, as brincadeiras e as maratonas. Por essa razão, o Pioneiro atribui tanta importância a tais estratégias pedagógicas, que nada mais são do que a prática da “arte do encantamento” pela Matemática.

Um exemplo. Recentemente, convidamos para um bate-papo com os estudantes um dos maiores especialistas em técnicas de solução de cubo mágico: Renan Cerpe, que já foi campeão sul-americano. A empolgação da garotada foi tanta que a escola organizou um campeonato de cubo mágico e, provavelmente, a brincadeira (durante a qual eles aprenderam conceitos matemáticos, sem perceber!) fisgou alguns daqueles que antes preferiam passar longe dos números.

Outra estratégia na qual o Pioneiro investe forte é a tecnologia. Os alunos trabalham com uma série de recursos educacionais digitais, entre os quais, aplicativos de matemática. Vivenciam, assim, maneiras atraentes de resolver os problemas. Considerando que esta é uma geração que nasceu conectada, os recursos educacionais digitais ajudam a aumentar o time dos amantes da matemática.

Outro fator que encurta o caminho para o bom desempenho em Matemática é a disciplina de Desenho Geométrico. É muito fácil observar as forma geométricas ao nosso redor, presentes no dia-a-dia como, por exemplo, nas ruas, nas casas, nos brinquedos, na natureza… Consideramos os desenhos das figuras geométricas parte importante para a compreensão, fixação e imaginação criativa. É por isso que o material de Desenho Geométrico, um dos nossos pontos fortes, é anualmente elaborado pelos próprios professores, com o papel fundamental de aproximar os alunos do mundo da Matemática.

O desafio, relacionado às questões matemáticas, é outra estratégia de motivação. Neste ponto, deve-se destacar a grande contribuição da educadora Profa. Elza Babá Akama (in memoriam) que dedicou sua vida ao ensino e a difusão da matemática ao longo de 45 anos de história da Instituição.

Como resultado desta dedicação, o Pioneiro já acumulou ao longo de sua história mais de 500 medalhas em olimpíadas nacionais, como, por exemplo, na Olimpíada Paulista de Matemática (que está prestes a acontecer novamente), na Olimpíada Brasileira de Matemática e a partir de 2017, na Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP) na qual 20 alunos já estão classificados para a prova da 2ª fase. E também em eventos internacionais. Nossos alunos têm grande participação no desafio, “Canguru de Matemática Brasil”. A adesão é tão grande que a escola passou a oferecer um curso extra bastante procurado, chamado “Desafios de Matemática”. Muitos, na verdade algumas dezenas, se apaixonam pela matemática estimulados por essas atividades.

Priorizar a matemática é uma diretriz internacional, mas ainda um sonho distante no Brasil. A educação básica do nosso país tem um dos piores desempenhos do mundo em avaliações de matemática: está na 66ª posição em um ranking de 70 países na última avaliação do Programa Internacional de Avaliação de Alunos, o Pisa. O resultado é parecido em um exame aplicado pelo Fórum Econômico Mundial: posição 133 de 139 países no ensino de matemática.

Ao longo de tantos anos de docência, constatamos que ensinar matemática não é fácil. Contudo, temos como prática apresentarmos os conceitos matemáticos considerando os saberes de cada aluno, privilegiando a vivência nas situações do cotidiano e, posteriormente, sistematizamos esse aprendizado.

Assim, plantamos a semente do saber e; aos poucos, mostramos como o conhecimento pode ser útil para a vida como um todo, para uma carreira em qualquer profissão, para o convívio social e para o exercício da cidadania. Esta é a nossa “mágica” pedagógica, que vem proporcionado excelentes resultados!